Política

Líder do PS/Ovar demite-se

pub

Sérgio Pinho, líder da Concelhia do PS de Ovar, apresentou a sua demissão numa carta endereçada à Federação Distrital do partido. A estrutura partidária reúne-se na próxima semana para agendar eleições intercalares.

O presidente da comissão política concelhia, agora demissionário, refere que não tem disponibilidade necessária e que se exige para o cargo para o qual foi eleito há um ano. “Entendo que não é uma traição aos que votaram em mim, mas sim a forma de devolver aos militantes a decisão sobre qual o melhor caminho a tomar”, escreve na carta.

Sérgio Pinho sai da Concelhia do PS ovarense, mas mantém-se como primeiro suplente do partido na Assembleia Municipal de Ovar. O socialista não esconde que há divergências internas. “Para os militantes seria contraproducente a minha continuidade no cargo de presidente da comissão política, quando existem várias divergências internas dentro do próprio secretariado e comissão política concelhia do PS Ovar”.

O dirigente fala em falta de disponibilidade, que é hora de dar lugar a quem tenha mais tempo, e apela, neste momento de decisões internas, a um esforço de união de forma a mostrar a imagem de um “partido forte, coeso, determinado, capaz e onde quem se dispõe a exercer cargos o faz com completo desinteresse pessoal e com uma completa dedicação à causa pública”.

“Não é uma questão de capacidade, de vontade, mas de falta de militância ou de mudança de rumo”, escreve, sublinhando que se demite a pensar no que é melhor para o partido.


Política - Fevereiro 1, 2019

Relacionados