Política

Desagregação de Caldas e Pigeiros

pub

O BE apresentou dois projectos de lei para acabar com a União de Freguesias de Caldas de S. Jorge/Pigeiros. “A extinção destas freguesias foi imposta, ainda que um plenário popular realizado na freguesia de Pigeiros tenha rejeitado, por unanimidade, essa mesma extinção, e ainda que a Assembleia de Freguesia de Caldas de São Jorge tenha também rejeitado a união à freguesia de Pigeiros”, refere o BE, em comunicado, lembrando que no processo de reorganização administrativa foram extintas 10 freguesias no concelho de Santa Maria da Feira. Uma decisão que, no entender do partido, “passou por cima da vontade popular, ignorou deliberações dos órgãos eleitos e não teve nenhuma preocupação com o interesse público ou com o interesse das populações e dos territórios em causa”.

O exemplo das freguesias de Caldas de São Jorge e de Pigeiros é, para o BE, paradigmático que avançou com dois projectos para acabar com esta união de freguesias e voltar a criar a freguesia de Caldas de S. Jorge e a de Santa Maria de Pigeiros. “O processo de extinção de freguesias foi um processo desastrado e desastroso que importa agora reverter”, defende.

“É hoje inequívoco que as extinções impostas pelos partidos da Direita não trouxeram nenhuma mais-valia ou benefício para as populações ou para os concelhos. Por isso mesmo, existem cada vez mais vozes que se levantam pela reposição das freguesias, revertendo-se assim um processo que prejudicou de forma indelével e em maior grau as freguesias de menor dimensão que foram obrigadas a agregar-se”, sublinha.


Política - Fevereiro 1, 2019

Relacionados