Concelhos

Dália Sousa desenha bailarina que é a imagem do cartaz da mostra de artes

pub

A 10.ª Mostra de Artes Performativas acontece a 5 de abril, no Cineteatro António Lamoso, e o pelouro da Educação da Câmara de Santa Maria da Feira lançou um desafio aos alunos do ensino secundário para a criação da imagem oficial do evento. Avaliados os trabalhos, o júri premiou a jovem Dália Sousa, de 18 anos, aluna da Escola Secundária Coelho e Castro, de Fiães. Esta iniciativa promove a proximidade dos alunos a um contexto prático de trabalho, estimulando a possibilidade de participarem num concurso em que o vencedor vê a sua criação tornar-se imagem de cartaz da Mostra.

Numa primeira fase, realizou-se uma conversa aberta com designers convidados pelo pelouro da Educação, seguindo-se o acompanhamento em sala de aula pelos respetivos professores. A participação foi expressiva e, de entre todos o trabalhos, o júri premiou Dália Sousa. “Inicialmente nem tinha ideia de participar mas encarei como um desafio. Eu já dancei ballet e quis fugir à rigidez e criar uma bailarina mais livre, não tão estereotipada”, conta a estudante.

A jovem espera que as pessoas, ao contemplarem o seu trabalho, sintam “a alegria da dança” e incentiva os colegas a não terem medo de expor as suas criações. “Participem, se para vocês faz sentido, para os outros também vai fazer porque um desenho pode ter várias interpretações”. O desafio da câmara foi importante. “Este tipo de concursos ajuda a quebrar tabus porque, muitas vezes, ouvimos que o nosso curso não tem futuro e iniciativas como esta mostram que todos os cursos são bons e necessários. É uma excelente iniciativa da câmara”.

A professora, Helena Veloso, não esconde o orgulho no trabalho da aluna. “A expressividade do ponto e traço, o rasgo de criatividade… Para chegar a isto, é preciso haver cultura visual, estar informada, atenta”, diz a docente que gosta de pôr os estudantes a “experimentar técnicas que lhes permitam descolar-se dos artistas da sua pesquisa”.

Para Helena Veloso, a grande mais-valia destes concursos é a possibilidade de “os alunos verem o seu trabalho valorizado pelo meio e isso é um incentivo”. “Uma pessoa incentivada é uma pessoa com asas nos pés. Há miúdos que se encolhem, porque sentem que não se valoriza o seu curso, e este tipo de iniciativas diz-lhes que o que eles fazem é importante”, refere.

A Mostra de Artes Performativas decorre no dia 5 de abril no Cineteatro António Lamoso e celebra, este ano, uma década de existência. Aberta a jovens com idades entre os 12 e os 18 anos, tem como objetivo estimular a participação, individualmente ou em grupo, em áreas artísticas como a dança, música, teatro, performance, entre outras. As propostas devem ser apresentadas até ao dia 28 de fevereiro e os três melhores classificados serão premiados.


Concelhos - Janeiro 31, 2019

Relacionados