Concelhos

A fauna e a flora do Parque do Rio Ul estão na palma da mão

pub

Quem visita o Parque do Rio Ul, em São João da Madeira, passa a poder ter informações sobre a fauna e a flora locais no seu smartphone com ligação à Internet, tirando partido de tecnologias emergentes, como a realidade aumentada. Nos seus quase 20 hectares de terreno, há mais de 2000 árvores e quase 60 espécies de peixes, anfíbios, répteis, mamíferos e aves.

Para isso, basta que o equipamento disponha de aplicação para “leitura” dos QR Codes que se encontram espalhados por diferentes pontos desse espaço verde municipal, o que dará acesso a informação digital e fotografias sobre as diferentes espécies que aí têm o seu habitat. Nos casos das aves, poderá também ser possível ouvir a gravação áudio do seu canto.

Este recurso às tecnologias da informação e comunicação constitui uma resposta inovadora para todos aqueles que procuram saber mais sobre o meio envolvente, incentivando a população em geral para a exploração de um estilo de vida mais saudável em contacto com a natureza.

“Esta medida reflete uma aposta continua do município na melhoria da atratividade do Parque do Rio Ul, como já tinha acontecido no último ano com a criação da figura do jardineiro do Parque e a realização de uma agenda de atividades de dinamização deste espaço verde, com o envolvimento de associações e instituições da cidade”, refere o vice-presidente da câmara, José Nuno Vieira, responsável pela área do Ambiente na autarquia sanjoanense.

O vereador salienta que nesse espaço verde “está em curso a requalificação do Moinho de Água e da Casa da Casa da Eira”, adiantando que, entretanto, avançará a ampliação do parque para sul, reforçando a excelente oferta que a cidade tem a este nível, com “belíssimos parques, que apresentam valências distintas e convidam à realização de diversas atividades ao ar livre, sejam de lazer, desportivas, de exploração da natureza ou apenas de contemplação”.

A autarquia olha igualmente com grande atenção para os outros parques. “Temos vindo a estar também muito atentos ao Parque Ferreira de Castro, que foi recentemente requalificado, e ao Parque de Nossa Senhora dos Milagres, onde concretizámos um profunda operação de limpeza e para onde iremos elaborar um estudo de requalificação”, refere José Nuno Vieira.

Na Casa da Natureza do parque, continua patente a exposição “As aves do Parque do Rio Ul”, com imagens captadas pelo sanjoanense Eduardo Duarte. Além de fotografias de aves, complementadas com informação, é possível assistir aí a um vídeo muito completo sobre a mesma temática.

Estas iniciativas inserem-se no projeto de conservação e dinamização deste espaço verde, levado a cabo pela Câmara de São João da Madeira, de forma a reavivar a sua história e estórias, dando a conhecer o património natural e cultural e proporcionando novas oportunidades de aprendizagem e experimentação.

Projetado pelo arquiteto sanjoanense Sidónio Pardal, o Parque Urbano do Rio Ul é um espaço de excelência para o desenvolvimento de várias atividades e eventos.


Concelhos - Janeiro 25, 2019

Relacionados