Desporto

Matias e Pelegrí na Taça do Mundo

pub

No sábado, João Matias e Oscar Pelegrí estiveram ao serviço das Selecções Nacionais de Portugal e Espanha na Taça do Mundo de Pista em Cambridge, na Nova Zelândia. Os corredores da Vito-Feirense-Pnb obtiveram boas prestações, destacando-se o melhor resultado de sempre alcançado pela Selecção Lusa na disciplina olímpica de madison, um excelente 6º lugar de Matias em dupla com Rui Oliveira (UAE Team Emirates).

No decorrer das 120 voltas à pista, num total de 30 quilómetros, a dupla lusa Matias e Oliveira pontuou em seis dos doze sprints, obtendo 16 pontos e ficando no 6º lugar. Pelegrí fez dupla com Illart Zuazubiskar, finalizando no 14º lugar.

A vitória em madison pertenceu à dupla da Nova Zelândia Campbell Stewart e Aaron Gate, seguida da dupla holandesa Yoeri Havik e Roy Pieters, fechando o pódio os norte-americanos Daniel Holloway e Adrian Hegyvary.

João Matias esteve ainda em pista para disputar a disciplina de scratch, finalizando em 9º entre os 16 participantes. O grego Christos Volikakis conquistou o ouro, seguido do suíço Thery Schir e do austríaco Stefan Matzner.

 

João Matias: “Seguimos muito motivados para a próxima Taça, em Hong Kong”
“Estou muito satisfeito pelo 6° lugar e por termos subido duas posições relativamente às anteriores Taças do Mundo. Estivemos a liderar a corrida até ao terceiro sprint e mantivemo-nos na luta pelo pódio até bem perto do final. Não foi possível melhor, pois três equipas conseguiram ganhar uma volta ao pelotão. Seguimos muito motivados para a próxima Taça, em Hong Kong, e com o sentimento de que podemos estar na luta por excelentes resultados.”

Oscar Pelegrí: “Espero aprender com os erros e melhorar a minha prestação”
“Não estou contente com o resultado da corrida de madison. Cometemos pequenos erros, que numa prova deste nível passam factura e, por isso, na última parte da competição foi quando me senti pior. Como ponto positivo, saliento a minha estreia na Taça do Mundo, porque o objectivo principal é adquirir experiência. Espero aprender com os erros e melhorar a minha prestação na próxima semana, em Hong Kong.”


Desporto - Janeiro 20, 2019

Relacionados