d'outras

Deputada Helga Correia quer reabilitação do quartel da GNR de Cesar no Orçamento do Estado

A deputada do PSD Helga Correia quer ver a reabilitação do quartel da GNR de Cesar, concelho de Oliveira de Azeméis, incluída no Orçamento do Estado (OE) para 2019. Intervindo numa audição ao ministro da Administração Interna, a parlamentar social-democrata recordou o estado avançado de degradação do edifício e as sucessivas promessas de recuperação, ainda por cumprir.

“Na discussão do OE para 2018, a senhora secretária de Estado disse que havia dúvidas sobre se este quartel seria ou não para encerrar, revelando que estaria a ponderar o não encerramento. O OE para 2019 não nos traz qualquer novidade quanto a este assunto”, vincou Helga Correia na discussão, na especialidade, do OE.

A deputada aveirense recordou que, já em maio de 2016 o Ministério da Administração Interna havia respondido a uma pergunta do Grupo parlamentar do PSD com a indicação de que a proposta de lei das infraestruturas e equipamentos contemplaria uma solução para os quartéis da GNR de Cesar e de Cucujães, também de Oliveira de Azeméis. “O que é certo é que a realidade não veio a confirmar isto”, lamentou Helga Correia na audição ao governante.

“Relativamente ao quartel da GNR de Cucujães, foi aprovada em reunião de Câmara a minuta do contrato para a realização da empreitada. Contudo, ambos os quartéis estão em avançado estado de degradação, como bem sabe o senhor ministro, assim como a senhora secretária de Estado, que visitou Oliveira de Azeméis em 2017”, enfatizou, deixando duas questões no ar: “relativamente ao quartel de Cesar, o que mudou? Era uma prioridade em 2016 e em 2017 e, entretanto, deixou de ser?”.

Helga Correia reiterou, na sua intervenção, o que dissera em 2017, quando deixou a ideia de que “não há oliveirenses de primeira e oliveirenses de segunda”, para exigir “uma solução definitiva para o quartel da GNR de Cesar”.

A outro nível, a deputada do PSD referiu-se aos veículos a atribuir às forças de segurança, nomeadamente aos 2.270 referidos nas grandes opções do plano, para questionar quantos destes vão ser atribuídos às forças de segurança do distrito de Aveiro.


d'outras - Novembro 10, 2018

pub

Relacionados