Política

Contra “dois pesos e duas medidas”

pub

O Núcleo do CDS de São João de Ver manifesta a sua “indignação e descontentamento” pelo facto de a Câmara Municipal de Santa Maria da Feira não ter chegado a qualquer compromisso com a Junta de Freguesia de São João de Ver e a Direção do clube de futebol local para a desejada requalificação dos balneários do Campo do Ervedal, onde treinam as camadas jovens.

Esta tomada de posição dos centristas de São João de Ver segue-se à aprovação pelo executivo municipal de um apoio de 30 mil euros à requalificação dos balneários e do espaço envolvente da Associação Desportiva e Cultural de Lobão.

Em nota à comunicação social, a estrutura centrista considera que esta decisão “confirma uma política de dois pesos e duas medidas, onde uns são preferidos e outros preteridos, não se conhecendo quais os critérios que o Executivo se baseia para atribuir apoios financeiros a uma instituição e não a outra, com as mesmas ou até maiores necessidades”.

O CDS lamenta ainda que o presidente da Junta, Nuno Albergaria, não se tenha insurgido publicamente contra esta decisão da Câmara.


Palavras-chave: , , ,

Política - Julho 28, 2018

Relacionados

CDS preocupado com património

O CDS de Fornos, Santa Maria da Feira, promoveu uma caminhada pelo património histórico da freguesia, nomeadamente elementos como a ponte da Ribeira D’Água e a fonte Rainha Santa Isabel, e constatou que a via pedonal estava “descuidada, com vegetação circundante a esconder estes marcos históricos”. “Achamos que é uma vergonha, para nós Fornenses, ter […]

PSD quer escola de Fajões no OE 2019

A deputada do PSD Helga Correia confrontou o ministro da educação com a premência das obras de requalificação da Escola Secundária de Fajões, concelho de Oliveira de Azeméis, exortando-o a incluir a verba necessária no orçamento do estado para 2019. Intervindo numa audição ao governante, a parlamentar social democrata recordou que, a não ser utilizado, […]

ETAR de Fiães preocupa CDU

A CDU, através do seu eleito na Assembleia Municipal, Filipe Moreira, questiona a Câmara sobre as “repetidas descargas no rio Uíma, provenientes da ETAR de Fiães”, em sequência de reclamações de moradores nas imediações e dos utilizadores do corredor ecológico das Ribeiras. No documento enviado à Câmara, o eleito da CDU lembra que a infraestrutura […]