Desporto

Juniores no pódio do GP do Minho

pub

A Vito-Feirense-Blackjack venceu por equipas a 30.ª edição do Grande Prémio do Minho, somando também a vitória da camisola da montanha com Pedro Andrade e terminando em terceiro da geral com Diogo Barbosa.

​O 30.º Grande Prémio do Minho decorreu entre os dias 6 e 8 de julho, uma exigente competição na qual os juniores da Vito-Feirense-Blackjack protagonizaram um importante e qualitativo desempenho, apresentando-se em prova com o campeão nacional Pedro Andrade, António Ferreira, Diogo Barbosa, Luís Cabral, Henrique Pereira e Francisco Gouveia.

A etapa inaugural teve Diogo Barbosa como um dos protagonistas da fuga da jornada, que ligou o Centro de Ciclismo do Minho a Guimarães em 97 quilómetros. Pedro Andrade e António Ferreira foram os azarados do dia, sofrendo uma queda, que não os impediu de terminar entre os primeiros na meta e onde a vitória sorriu a João Afonso (CC Barcelos).

Na segunda etapa, o triunfo ficou a escassos sete segundos, mantendo-se a Vito-Feirense-Blackjack na discussão da jornada até ao final dos 91,3 quilómetros, que uniram Melgaço à chegada de 1.ª categoria de Castro Laboreiro. Entrando na derradeira subida com alguma vantagem, Daniel Santacruz (Banco Santander-PC Sprint) viu a distância ser encurtada por força da perseguição efectuada pelo grupo onde seguiam dois juniores Feirenses, mas não o suficiente para evitar a vitória do espanhol. Não baixando os braços até ao derradeiro cruzar de meta, Pedro Andrade conseguiu terminar em segundo e António Ferreira no quinto lugar.

A terceira e derradeira etapa foi pedalada em Vieira do Minho, num total de 89,4 quilómetros, no final dos quais a Vito-Feirense-Blackjack se consagrou como equipa vencedora do Grande Prémio do Minho. Diogo Barbosa fechou o dia em segundo na meta e terceiro na geral final, seguindo-se em quinto lugar o vencedor da montanha Pedro Andrade, em sexto António Ferreira, em 31.º Luís Cabral e em 79.º Henrique Pereira. A vitória da etapa e da geral pertenceu a João Macedo (Sicasal/Liberty Seguros/Bombarralense).

Desde o passado dia 17 de junho, a equipa profissional Vito-Feirense-Blackjack encontra-se em estágio de altitude nas Penhas da Saúde, Serra da Estrela, com o objectivo de preparar a Volta a Portugal.

 

A entrada em estágio tem sido faseada, conforme o programa de provas de cada corredor. A primeira semana foi iniciada com o final do Grande Prémio Abimota, uma semana de adaptação que culminou com a participação nos Campeonatos Nacionais que se disputaram na região, em Belmonte, revelando uma boa prestação da equipa com dois 9.ºs lugares – João Matias na prova de fundo e Edgar Pinto no contra-relógio.

A segunda semana coincidiu com o aumentar de intensidade do trabalho físico e culminou com a participação na Clássica de Albergaria, onde a equipa revelou um bom trabalho colectivo e Edgar Pinto fechou no 4.º lugar.

A terceira semana, que agora se conclui, foi de trabalho árduo para a maioria, num misto de treinos longos e de trabalho específico, e onde se aproveitou para fazer o reconhecimento da parte final da 3.ª etapa da Volta a Portugal. Já o percurso da 4.ª etapa, considerada a mais dura da Volta e que será toda ela disputada nesta região, foi percorrido diversas vezes pelos nossos corredores, faseadamente ao longo dos dias.

Esta semana será a última parte do estágio, com saída alternada da equipa, pois alguns elementos terminam o estágio mais cedo para competir no Grande Prémio Internacional de Torres Vedras – Troféu Joaquim Agostinho, de 12 a 15 de julho.

Classificação 3.ª etapa:

1.º João Macedo (Sicasal/Liberty Seguros/Bombarralense) 2h22m00s

2.º Diogo Barbosa (Vito-Feirense-Blackjack) a 1m26s

9.º Pedro Andrade (Vito-Feirense-Blackjack) a 2m08s

14.º António Ferreira (Vito-Feirense-Blackjack) a 2m08s

33.º Luís Cabral (Vito-Feirense-Blackjack) a 8m46s

98.º Henrique Pereira (Vito-Feirense-Blackjack) a 33m31s

 

Geral Final:

1.º João Macedo (Sicasal/Liberty Seguros/Bombarralense) 7h24m45s

3.º Diogo Barbosa (Vito-Feirense-Blackjack) a 1m26s

5.º Pedro Andrade (Vito-Feirense-Blackjack) a 1m30s

6.º António Ferreira (Vito-Feirense-Blackjack) a 1m30s

31.º Luís Cabral (Vito-Feirense-Blackjack) a 10m51s

79.º Henrique Pereira (Vito-Feirense-Blackjack) a 43m39s

 

Geral Equipas:

1.ª Vito-Feirense-Blackjack 22h18m41s

 

Geral Montanha:

1.º Pedro Andrade (Vito-Feirense-Blackjack) 23

4.º António Ferreira (Vito-Feirense-Blackjack) 14

 

Geral Pontos:

1.º João Afonso (CC Barcelos) 28

6.º Diogo Barbosa (Vito-Feirense-Blackjack) 8

7.º Pedro Andrade (Vito-Feirense-Blackjack) 8

 

 


Palavras-chave: , ,

Desporto - Julho 8, 2018

Relacionados

Filipe Cardoso no Feirense

A equipa profissional Vito-Feirense-Blackjack fechou plantel de 13 corredores para a próxima época, com a contratação de Filipe Cardoso, um homem do Concelho da Feira, e o espanhol Oscar Pelegrí ao RP-Boavista e a renovação com o basco Xuban Errazkin. Errazkin, vencedor da camisola da juventude da Volta a Portugal e da Vuelta a Madrid, […]

Feirense revela plantel de 2019

O ano está a chegar ao fim e a época de 2019 encontra-se a ser preparada pela equipa Vito-Feirense-Blackjack, que já garantiu a continuidade de quatro corredores e algumas novidades, não estando ainda fechado o plantel. Da presente temporada, o Feirense irá continuar a contar com a experiência de João Matias e Luís Afonso e […]

João Matias no pódio

Mal terminou a Volta a Portugal e João Matias voou para nova competição na Alemanha, desta vez na vertente de pista, com o brilhante balanço de três vitórias e mais dois pódios. No dia 16 de agosto, alcançou dois pódios na prova Eulen-Renntag Ludwigshafen, de classe 2 UCI. Matias obteve o segundo lugar no Madison, […]