Política

PSD insiste na “Feira-Arouca”

pub

A deputada do PSD Helga Correia defendeu esta terça-feira uma “discriminação positiva, do ponto de vista rodoviário” para o concelho de Arouca. Numa audição o ministro do planeamento, a parlamentar social democrata alertou para a importância da conclusão da via que liga a sede daquele concelho aos grandes eixos viários, nomeadamente a A32 e a A1.

Arouca é um concelho que “não dispõe de ligações aos grandes eixos rodoviários, e que tem, ao longo de aproximadamente 20 anos, visto ser sucessivamente adiada a construção da ligação rodoviária Arouca-Feira” – recordou Helga Correia, fazendo eco da visita que os deputados do PSD eleitos por Aveiro efetuaram àquele concelho no final de junho, tendo ouvido como principal aspiração, precisamente a ligação de Arouca a Santa Maria da Feira.

Intervindo na Comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas, Helga Correia fez aquilo a que chamou de “um pequeno exercício de memória”, para recordar que, depois da construção da primeira fase, de 10 quilómetros, “vários têm sido os anúncios e aparições públicas, de governantes do Partido Socialista, com promessas não cumpridas aos arouquenses”.

Historiando o processo, a deputada aveirense lembrou que o então primeiro ministro José Sócrates visitou Arouca para prometer a construção da variante e que um ministro socialista com o mesmo propósito também visitou Arouca, ao mesmo tempo que um presidente de câmara, Artur Neves, ameaçava com várias formas de luta, uma delas a greve de fome à porta do primeiro-ministro ou do ministro das obras públicas.

Helga Correia sublinhou na sua intervenção que o anterior governo apresentou o Relatório Final do Grupo de Trabalho para as Infraestruturas de Elevado Valor Acrescentado (GT IEVA) que considerou a ligação rodoviária Arouca-Feira como uma das infraestruturas prioritárias e, mais recentemente, em fevereiro de 2017, o atual governo apresentou, no Entroncamento, o programa de valorização das áreas empresariais, onde foi anunciada a construção ou requalificação de 12 estradas prioritárias, entre as quais o troço da variante que liga as áreas de acolhimento empresarial da freguesia de Escariz ao nó da A32, no concelho de Santa Maria da Feira.


Palavras-chave: , , , ,

Política - Julho 5, 2018

Relacionados

A melhor atração de aventura do mundo está em Arouca. Mais um prémio para os Passadiços do Paiva

Os Passadiços do Paiva, nas margens do rio, em Arouca, são a melhor atração de aventura do mundo. A distinção foi anunciada neste sábado à noite, na cerimónia dos World Travel Awards, que teve lugar no Pátio da Galé, na Praça do Comércio, em Lisboa. Noite em que Portugal foi considerado, pela segunda vez, o melhor […]

Jornadas de Ciência com Sobrinho Simões no programa

As Jornadas de Ciência de Arouca acontecem a 14 e 15 de dezembro. As sessões, de entrada livre, decorrem na Escola Secundária de Arouca e na Loja Interativa de Turismo de Arouca. A cidadania e a ciência, a consciência alimentar e a saúde, a ciência e a tecnologia ao serviço da inclusão, o conhecer, agir e […]

Lançado concurso para alojamento na ala sul do Mosteiro da vila

O Instituto do Turismo de Portugal lançou, nesta sexta-feira, o concurso público para a concessão da ala sul do Mosteiro de Arouca para instalação de uma unidade de alojamento. Os investidores têm agora 90 dias para se candidatarem. O Mosteiro de Arouca é um dos 33 imóveis inscritos no Revive, um programa conjunto dos ministérios […]