Incêndio no centro histórico da Feira afeta vários restaurantes. Não há feridos, as causas estão por apurar

pub

Um incêndio que deflagrou à hora de almoço deste domingo, pelas 13h30, no Rossio, no centro histórico de Santa Maria da Feira, afetou o bar Escadas para o Céu, onde deflagrou, o restaurante Charrette, o restaurante Rossio e o Salviano, que estava fechado para obras há já algum tempo. Não há feridos a registar, as causas estão para apurar, e estão no local 70 operacionais apoiados por 23 viaturas. Os acessos estão cortados.

O incêndio deflagrou no bar Escadas para o Céu pelas 13h30.

Jorge Coelho, comandante dos Bombeiros Voluntários de Santa Maria da Feira, garante que não há feridos e que as causas terão de ser apuradas. O incêndio começou no bar Escadas para o Céu, prédio antigo com escadarias em madeira, e atingiu os edifícios contíguos. O comandante da corporação feirense admitia, por volta das 15h30, que a estrutura interna do edifício poderia colapsar. A fase de rescaldo já começou. Parte da cobertura cedeu.

No local, estão mais de 60 bombeiros e 23 viaturas.

O presidente da Câmara da Feira, Emídio Sousa, esteve no local. Foi criado um perímetro de segurança para que as pessoas não se aproximassem da área. Segundo o autarca, as pessoas que se encontravam nas áreas de restauração foram evacuadas. As obras que foram realizadas nos últimos anos no centro histórico terão facilitado o combate ao incêndio.
No local, estão as corporações de bombeiros da Feira, São João da Madeira, Lourosa, Arrifana, Esmoriz e Ovar.


Palavras-chave: , ,

- Julho 1, 2018

Relacionados

19 candidatos a fazer arte urbana em parques de lazer e de habitação social

Terminou o prazo para apresentação de propostas ao concurso Urbanidades do Eixo que convocou jovens com menos de 30 anos da Eurorregião do Norte de Portugal e da Galiza, de diferentes domínios da arte urbana, para intervirem em espaços públicos do concelho de Santa Maria da Feira e o vereador da Cultura do Município não […]

Pavilhão de Mozelos tinha prazo de conclusão de 400 dias e já leva 200 de derrapagem

Em Mozelos, diz-se que é uma obra de Mafra. O caderno de encargos previa que o pavilhão municipal, no lugar do Murado, levasse 400 dias a ser erguido e colocado à disposição da comunidade. De prorrogação em prorrogação de prazo, solicitadas pelo empreiteiro e concedidas graciosamente pela Câmara Municipal, aos 400 dias já se somaram […]

Marcelo Rebelo de Sousa visita Viagem Medieval a 3 de Agosto

O presidente da República desloca-se a Santa Maria da Feira no dia 3 de agosto, correspondendo assim ao convite formulado em Abril último pelo Município, por ocasião do Congresso da CIP (Confederação Empresarial de Portugal), no Europarque. Marcelo Rebelo de Sousa visitará aquela que é apresentada como o maior evento de recriação histórica em Portugal […]