Política

Caixa de Rio Meão vai fechar?

pub

O deputado do PSD Amadeu Albergaria manifestou preocupação pelo eventual encerramento do balcão da Caixa Geral de Depósitos (CGD) e Rio Meão, em Santa Maria da Feira. Numa pergunta dirigida ao Ministério das Finanças, o parlamentar social-democrata pôs em causa o critério, considerando o universo de clientes, atuais e potenciais, servidos por aquela agência.

“A confirmar-se a proposta de encerramento do balcão de Rio Meão – cuja possibilidade está a provocar alarme em autarcas e população – importa discutir os critérios que estarão na sua base, porquanto a freguesia integra um dos concelhos mais exportadores do país e faz parte de um eixo industrial que emprega milhares de trabalhadores”, escreve Amadeu Albergaria na pergunta agora dirigida ao Governo, sustentando que a agência não serve apenas aquela freguesia, dado que está na confluência de concelhos vizinhos, como Ovar e Espinho.

Amadeu Albergaria refere-se a notícias vindas a público sobre mais uma etapa do plano estratégico da CGD, que aponta para uma redução do número de agências para 470 a 490 em 2020. Tem sido noticiado que até final do corrente mês de junho seriam encerrados 75 balcões.

Para o deputado aveirense, “o desconhecimento de quais as agências que irão encerrar são causadoras de profundo alarme junto das populações que ainda mantêm dependências da CGD”, notando que nas últimas semanas o grupo parlamentar do PSD recebeu várias perguntas e manifestações de preocupação de autarcas e cidadãos relativamente às perspetivas desta nova vaga de encerramento de balcões da CGD, como é o caso de Rio Meão.

“Rio Meão integra o maior polo industrial do norte do país em desenvolvimento – o Lusopark -, que representará um aumento considerável da população e do universo de clientes da CGD. Não havendo uma agência nas imediações, não se compreende a eventual proposta de encerramento”, vinca Amadeu Albergaria na pergunta remetida ao Ministério das Finanças, de quem quer saber se a agência de Rio Meão é uma das que, no âmbito do Plano Estratégico da CGD, será encerrada, e, em caso afirmativo, quais os critérios que colocaram aquele balcão na lista, “considerando a dimensão da área que serve, o número de clientes de que dispõe e o universo potencial de clientes que pode vir a ter”.

 


Palavras-chave: , , , ,

Política - Junho 12, 2018

Relacionados

Todos de acordo. Santa Maria da Feira deve voltar a ter 31 freguesias

Aprovada por unanimidade. A moção apresentada pelo BE pela reposição das freguesias extintas do concelho de Santa Maria da Feira foi consensual na última Assembleia Municipal. Antes da reorganização administrativa, o território feirense tinha 31 freguesias, depois das alterações encolheu para 21. “Este foi um processo desastrado e desastroso que importa reverter. É hoje inequívoco […]

Descentralizar a cultura pelo país

O deputado do PSD Amadeu Albergaria exortou esta quinta-feira a ministra da Cultura a olhar todo o país, descentralizando o setor. Intervindo numa audição à governante, o parlamentar social-democrata defendeu a cultura popular, reclamando uma maior atenção. “O primeiro passo a dar na descentralização da cultura terá que ser deixar de ter o ministério em […]

Reclamado reforço de meios técnicos e humanos do hospital de Azeméis

A deputada do PSD Helga Correia exortou a nova ministra da Saúde a reforçar os meios técnicos e humanos do Hospital S. Miguel, de Oliveira e Azeméis. Intervindo numa audição à governante, a parlamentar social democrata sublinhou que o reforço de meios internos dispensaria a contratação de camas ao exterior. “Ao longo dos últimos anos […]