Política

PSD atento a obras em Fajões

pub

Os deputados do PSD temem a perda de 1,5 milhões de euros protocolados para a Escola Básica e Secundária de Fajões. Os deputados sociais-democratas eleitos pelo círculo eleitoral de Aveiro viram com os próprios olhos o estado de degradação da Escola Básica e Secundária de Fajões, em Oliveira de Azeméis, que tem protocolados 1,5 milhões de euros para a reabilitação e que, segundo o PSD, “não avança por falta de vontade política da câmara municipal”. “As condições do estabelecimento de ensino são de tal ordem que só uma grande disponibilidade da comunidade educativa permite que atinja os resultados que vem obtendo”, refere o PSD numa nota enviada à imprensa.

O PSD recorda que o atual governo celebrou um acordo com o anterior executivo da câmara municipal para a execução das obras, então orçadas em 1,5 milhões de euros, sendo que dos 15 por cento da componente nacional seriam pagos em partes iguais pelo um município e pela DGEstE – Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares. “Sucede que a reformulação do projeto elevou a 1,9 milhões de euros o custo dos trabalhos, com a câmara municipal a mostrar-se indisponível para colaborar, pondo em causa o montante disponível, que pode estar em risco”, sublinham os deputados de Aveiro.

“É absolutamente inconcebível o que aqui assistimos. Torna-se revoltante percebermos as condições em que trabalha esta comunidade educativa, sabendo-se que há 1,5 milhões e euros disponíveis. A falta de vontade política da câmara municipal tem de ser desmascarada”, denunciou Helga Correia, deputada natural do concelho de Oliveira de Azeméis, no final da visita desta quinta-feira, que juntou os deputados Amadeu Albergaria e Susana Lamas, para além de autarcas locais, a comissão política do PSD e a vereação social-democrata.

Helga Correia sublinhou haver “um acordo celebrado entre o atual governo e o anterior executivo da câmara municipal, que trabalharam em conjunto pela resolução deste grave problema que afeta a região nordeste do concelho, que o atual executivo não pretende respeitar”. Para a deputada do PSD, “não restam dúvidas de que a bola está do lado da câmara municipal”, acreditando que o Ministério da Educação dirá sempre que “se a obra não avança é porque a autarquia não quer”.

A Escola Básica e Secundária de Fajões é sede de agrupamento que abrange a região nordeste do concelho de Oliveira de Azeméis, mas também acolhe alunos dos concelhos vizinhos de Santa Maria da Feira e de Arouca. Acolhe 537 alunos, 430 dos quais tomam as refeições diariamente na cantina, constituindo-se como o único agrupamento que tem visto aumentar o número de alunos, de forma contínua, ao longo dos últimos anos.

Segundo dados revelados na visita desta quinta-feira, a escola registou as melhores notas do concelho, colocando-se na quarta posição no distrito de Aveiro. Para os deputados do PSD, “estes números são a prova inequívoca da boa vontade de toda comunidade educativa, que trabalha, resignada, independentemente das condições que lhe são disponibilizadas”.


Palavras-chave: , ,

Política - Junho 8, 2018

Relacionados

Caixa de Nogueira encerra dia 29

  Os deputados do PSD eleitos pelo círculo de Aveiro contestam o encerramento do segundo balcão da Caixa Geral de Depósitos (CGD) no concelho de Oliveira de Azeméis, agora que está anunciado o fecho da agência de Nogueira do Cravo. Numa pergunta dirigida ao Ministério das Finanças, os parlamentares sociais-democratas recordam a dimensão daquele concelho, […]

Caixa de Rio Meão vai fechar?

O deputado do PSD Amadeu Albergaria manifestou preocupação pelo eventual encerramento do balcão da Caixa Geral de Depósitos (CGD) e Rio Meão, em Santa Maria da Feira. Numa pergunta dirigida ao Ministério das Finanças, o parlamentar social-democrata pôs em causa o critério, considerando o universo de clientes, atuais e potenciais, servidos por aquela agência. “A […]

Deputada Susana Lamas defende reforço do apoio à comunicação social regional

A deputada do PSD Susana Lamas reiterou esta terça-feira a importância de uma comunicação social de âmbito regional forte, reclamando do governo o apoio que se impõe. Intervindo na Comissão de Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto, a parlamentar social democrata alertou o ministro da tutela para as dificuldades que o setor atravessa. “Se queremos um […]