Concelhos

Câmara prepara concessão da gestão do estacionamento

pub

A Câmara de São João da Madeira deverá voltar a concessionar a gestão do sistema de estacionamento à superfície na cidade, introduzindo princípios da chamada “cidade inteligente”.

O presidente Jorge Sequeira, que já se referira ao assunto, adiantou na última reunião do executivo municipal que tem em cima da mesa um estudo económico e que agora avalia as condições e os aspetos que pretende incluir no caderno de encargos que irá orientar o processo de concessão.

A Câmara pretende incluir no caderno de encargos conceitos de “cidade inteligente”. Em alguns municípios, estão a ser adotados há algumas dessas soluções, que permitem, por exemplo, a gestão remota dos equipamentos, máquinas de pagamento, intercomunicadores IP, sistemas de monitorização de parquímetros que dão informação em tempo real do tipo de ocupação e duração efetiva do estacionamento e sem recurso a meios humanos.

O assunto do estacionamento no centro da cidade tinha sido aflorado pelo vereador da coligação PSD/CDS Paulo Cavaleiro, que invetivara o executivo municipal a dar passos para garantir uma fiscalização eficaz, lembrando que os funcionários municipais já tinham frequentado formação legalmente exigida.

A receita dos parquímetros já andou na casa dos 300 mil euros, mas, como reconhece Jorge Sequeira, tem vindo a cair. “Verdadeiramente, não é um problema de receita”, considera Paulo Cavaleiro, mas de dificuldade em estacionar no centro da cidade.

A opção pela concessão merece o acordo do vereador social-democrata, mas se for esse o caminho a seguir pelo executivo socialista “vamos ter mais um ano o estacionamento neste estado”. Para já, a solução preconizada por Jorge Sequeira passa por insistir junto da PSP no sentido de intensificar as ações de fiscalização.


Concelhos - Junho 1, 2018

Relacionados