Centenas de alunos formam cordão humano para reclamar obras na Secundária de Esmoriz

pub

Centenas de alunos formaram, ao início da manhã, um cordão humano à frente da Escola Secundária de Esmoriz para chamar a atenção do governo para a necessidade premente de requalificar este estabelecimento de ensino, com 33 anos, “desadequado às exigências de hoje” e que oferece múltiplos problemas de segurança.

“Em termos locais, Câmara, Junta de Freguesia e todos os atores políticos estão articulados, agora é preciso chamar a atenção de quem decide, e quem tem que decidir o mapeamento desta escola para a sua requalificação terá que ser o governo”, explicou Fernando Cardoso, presidente da Associação de Pais da Escola Secundária de Esmoriz que promoveu a ação.

Quem olha para o exterior do complexo escolar pode não ter consciência dos problemas que existirão no seu interior, porque os edifícios aparentemente estarão cuidados. Fernando Cardoso fala em “problemas graves de segurança”, nomeadamente das condições de socorro em caso de incêndio ou acidente grave. “Há o risco de colapso da escola, porque há linhas de água que atravessam a escola e estamos preocupados com a eventual derrocada de um dos edifícios”, acrescentou o dirigente da Associação de Pais, que tem alertado para “o abatimento do piso das salas de aula e do recinto escolar”.

Enquanto a população da cidade tem aumentado e os clubes desportivos têm cada vez mais jovens a praticar desporto, a Escola Secundária de Esmoriz tem perdido alunos. Fernando Neto, também dirigente da Associação de Pais, recordou que em 10 anos o número de alunos matriculados desceu de mil para 625. “Há imensa gente a sair para Espinho, Santa Maria da Feira e para o Porto”, observou. E, uma das razões que pesará nessa decisão será precisamente as condições que a escola oferece, considera a Associação de Pais.

“Há oito anos que a direção da escola tem encetado ações junto da Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares, mas nada foi feito de fundo e está na altura de se fazer. Sabemos que o processo está a correr também em sede de comissão parlamentar de educação, que está na agenda do dia e que é difícil arranjar verba para a sua requalificação, mas temos esperança, estamos a fazer tudo que está ao nosso alcance”, afirmou Fernando Cardoso.

 

O presidente da Junta de Esmoriz, António Bebiano, integrou o cordão humano. “Esta escola tem mais de 30 anos sem obras e tem passado ao lado de todas as intervenções no parque escolar nacional”, afirmou o autarca, sublinhando a necessidade de uma “intervenção urgente”.

António Bebiano explicou que esta ação serve também para “mostrar a indignação dos alunos, dos professores e de toda a comunidade, colocando o foco na administração central, a quem compete definir as prioridades.

E nesse sentido, quando as centenas de alunos se desmobilizaram para o início das aulas às 8h30, uma delegação da Associação de Pais e da direção da escola preparava-se para rumar ao concelho da Mealhada, ao encontro da secretária de Estado da Educação, levando debaixo do braço um dossiê com as maleitas da escola. É que o quadro comunitário 2020 está a fechar e, esgotando-se, esvai a esperança das desejadas obras.


Palavras-chave: , , ,

- Maio 9, 2018

Relacionados

Abstenção do PS na requalificação da Secundária de Esmoriz “fura” unanimidade no Parlamento

A abstenção dos deputados do PS eleitos pelo círculo de Aveiro na votação de projetos de resolução do PSD, BE, PEV, PCP e CDS na Assembleia da República que recomendavam ao governo a requalificação da Escola Secundária de Esmoriz desencadeou uma escalada de argumentos no espaço público à margem do Parlamento. Os deputados socialistas consideram […]

PS de Esmoriz quer que CIRA inclua Secundária na reprogramação dos fundos

O PS de Esmoriz reuniu com a comunidade escolar para tratar do dossiê da requalificação da Escola Secundária de Esmoriz. Nessa reunião, os representantes do PS explicaram que “cabe ao senhor Presidente da Câmara efetuar todas as diligências no sentido da CIRA [Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro] incluir a Escola no mapeamento da reprogramação […]

BE apresenta projeto de resolução sobre Secundária de Esmoriz na Assembleia da República

O Bloco de Esquerda apresentou no Parlamento um projeto de resolução onde apela ao Ministério da que acione “todos os mecanismos que tem ao seu dispor para resolver, de imediato, através de uma intervenção de urgência”, os problemas que a Escola Secundária de Esmoriz apresenta e prepare uma intervenção estrutural. Subscrito pelos deputados Moisés Ferreira, […]