Desporto

À terceira, São João de Ver ganhou

pub

São João de Ver, Beira Mar, Fiães e Pampilhosa são os semifinalistas da Taça de Aveiro, depois de três jogos decididos nas grandes penalidades nos quartos de final.

No jogo grande da ronda, o São João de Ver eliminou o Lourosa nos penaltis, por 2-0, naquela que foi a terceira vez que as equipas se encontraram esta época (o Lourosa tinha ganho em São João de Ver e empatado no seu estádio). Bruno, guarda-redes da equipa da casa, foi o homem do jogo com três grandes penalidades travadas e uma defesa do outro mundo durante o tempo regulamentar, a remate de Leo, quando o São João de Ver vencia por 2-1.

O resultado no final do tempo regulamentar deu empate 2-2, com o São João de Ver melhor na primeira parte e a justificar a vantagem de 1-0, e o Lourosa mais ofensivo e acutilante na segunda parte, adiando a decisão para as grandes penalidades nos descontos.

Luís Miguel considerou um resultado “injusto”, invocando “uma mão cheia de oportunidades flagrantes para marcar” e um “autêntico massacre” na segunda parte, não deixando de reconhecer que nas grandes penalidades, “houve mérito do São João de Ver. “Faltou-nos a estrelinha da sorte”, rematou o técnico que renovou contrato para a próxima época na última segunda-feira e que prometeu a festa do título para o final desta semana.

Já Ricardo Maia não deixou de reconhecer que a sua equipa não está a atravessar o melhor momento da época, acusando já algum cansaço, mas considerou que o triunfo nos penaltis foi merecido, “Isto é o São João de Ver, uma crença enorme no trabalho que se faz diariamente”.

Antes dos penaltis, Ricardo Maia disse aos seus jogadores que era necessária “mais competência do que sorte”. E os seus jogadores foram competentes.

 

Argoncilhe sofre primeira derrota da época e sai da Taça

O Beira Mar teve que suar a camisola para afastar das meias finais o Argoncilhe da 2ª Divisão Distrital. Na antevisão à partida, o seu presidente, Rogério Silva, estava seguro de que os aveirenses não iriam encontrar facilidades e foi isso que aconteceu. Os aveirenses embalaram com dois golos nos primeiros 20 minutos, mas a equipa de Argoncilhe, que ainda não perdera esta época, não baixou os braços e foi à procura do golo, a que chegaria na conversão de uma grande penalidade a castigar uma carga sobre Pedro Ferreira. A última meia hora foi de parada e resposta, culminando com o afastamento do Argoncilhe que sofreu a primeira derrota desta época.

Alvarenga e Fiães terminaram empatados a uma bola, mas nas grandes penalidades a equipa fianense triunfou por 5-4 e festejou o apuramento para a meia final.

Igualmente emotivo foi o Pampilhosa-Vista Alegre que terminou o tempo regulamentar com 3-3 no placard e, nos penaltis, os ferroviários foram mais felizes, ganhando por 5-4.


Palavras-chave: , , , , , , ,

Desporto - Maio 1, 2018

Relacionados

Câmara vai delimitar zona fissurada no corredor pedonal do Parque da Cidade de Lourosa

A Câmara de Santa Maria da Feira vai estabelecer um perímetro de segurança para evitar potenciais acidentes decorrentes das fissuras que se agravaram nos últimos meses no corredor pedonal e ciclável do parque da Cidade em Lourosa. Enquanto isso, vai estudando uma solução para o problema que, admite, poderá não ser definitiva, dadas as características […]

CDS questiona por aterro de Fiães

Os deputados do CDS eleitos por Aveiro, António Carlos Monteiro e João Almeida, questionaram o governo sobre a “lixeira a céu aberto” nas traseiras do Estádio do Bolhão, em Fiães, depois de uma visita ao local, há uma semana na companhia dos autarcas locais do partido (na foto). Numa pergunta ao Ministério do Ambiente, consideram […]

CDS questiona governo e pede demissão de autarca de Fiães

Os deputados do CDS eleitos por Aveiro vão formular uma pergunta ao Ministério do Ambiente sobre o caso do enterramento de géneros alimentícios pela Junta de Freguesia de Fiães num espaço que faz lembrar “uma lixeira a céu aberto em pleno século XXI”. O compromisso foi assumido, este sábado, por António Carlos Monteiro, deputado do […]