tiramos as medidas

Pedro Saraiva

Pedro Saraiva, graduado em Arte Contemporânea, e em Teatro (encenação e interpretação). Trabalhou em vários países em projetos de teatro, dança, festivais e bienais de arte. Atualmente é diretor artístico da Imaginar do Gigante, estrutura de criação de serviços artísticos e culturais, tendo como principais áreas de atuação as artes performativas contemporâneas para crianças e a edição de objetos de leitura. Escreve livros para a infância e gosta de viver na praia.

Teatro, cinema ou literatura?

É difícil a escolha, gosto de todas. Tenho um gosto especial pelo cinema de animação, escrevo livros para a infância e, claro, trabalho no teatro. Como foi com as artes performativas que iniciei o meu percurso artístico, vou destacar o teatro, que mistura as três linguagens. Nas criações de teatro contemporâneo para crianças tenho sempre o fio condutor de Beckett. As crianças gostam e brincam com o absurdo. Estão muito livres para expandirem a imaginação. Isso agrada-me no teatro.

O gadget imprescindível para o dia a dia

Como sou do tempo do “a preto e branco”, onde tudo era a cores, oiço a rádio, que me acompanha na maior parte do dia, em qualquer aparelho de pilhas. E não prescindo do jornal diário em formato papel…

O sonho de uma vida

Nunca crescer demasiado, não gastar o tempo todo, e não edificar obstáculos. Porque, normalmente, sonho acordado na calma dos dias, sempre com um ventinho gostoso.

Público infantil ou público adulto?

Público infantil, os adultos portam-se muito mal. O público infantil é um excelente observador e crítico.

O palco que falta pisar

Para quem trabalha nesta área existem sempre palcos que faltam pisar. Mas escolho o da lua, aguardo passar por esse palco em breve. Estou à espera de um voo charter.

O local que retempera todas as energias

Voltar a casa e ficar com a família é o lugar onde tudo volta a contornar o início. Esse é sempre o lugar de todos os lugares.

Medidas - Janeiro 31, 2018

pub